Pedala Manaus

Um ciclista prevenido vale por 10

Bicicletas sempre foram sinônimo de tranquilidade, lazer e liberdade. E isso não é tudo! A magrela pouco exige manutenção. YEAAAH!!!
Porém, a alegria do pedaleiro pode se tranformar em frustração se o ciclista não estiver prevenido.

Vou citar um exemplo desta última semana. Fui dar uma volta com minha magrela e no meio do caminho encontrei muitos ciclistas de passeio. Alguns pediram ajuda com seus pneus vazios, outros com os freios e houve quem pedisse auxílio com casos graves que só um torneiro mecanico resolveria, rsrsrs...
Fica a pergunta: O que estes fariam se não houvesse um ciclista equipado de passagem por aquelas ruas?
Em um dos casos o ciclista com problema teve de deixar sua bike no carro e ir passear a pé! No outro caso, o ciclista não tinha carro, ele havia ido de bike até o local... AI!
Para nossa alegria, o ciclista sem carro recebeu ajuda com uma simples chave Allen que eu tinha a mão!

O que isso nos ensina?
A maioria dos problemas que encontramos na bike podem ser resolvidos em questão de minutos com um kit básico de ferramentas.
Independende se você vai pedalar sozinho ou acompanhado, algumas ferramentas podem te livrar da famosa expressão - E AGORA? - no meio da rua com pneu vazio, um freio que não funciona direito ou inúmeras outras surpresinhas que estes passeios nos reservam!

» O KIT BÁSICO DE FERRAMENTAS DO CICLISTA URBANO!

Nesta foto encontram-se meu kit pessoal que levo numa pochete. Enumerei os itens e lhes explicarei a utilidade de cada um.

Câmara de ar reserva (1) - Quando o pneu fura, um remendo seria a opção mais barata. Porém, além da falta de habilidade de muitos em aplicar o remendo, a demora na secagem e o risco de ele vazar mais a frente não deixa outra alternativa se não usar uma câmara reserva. Deixe para fazer o remendo em casa! Lá você pode deixar ele secando tranquilamente e depois você pode dar uma conferida se o pneu parou de vazar.

Espátulas de Plástico (4) - elas nos auxiliam na remoção da câmara da bike. Podemos retirar mais facilmente o pneu do aro. Conheço ciclistas que diriam o contrário maaaas, EU RECOMENDO o uso de espátulas de plásticos e não de metal pois estas não exigem tanta habilidade no manuseio. As de metal podem acabar ferindo ou danificando os aros da bicicleta se você não estiver acostumado.

Espátulas de metal (5) - O mesmo que as espatulas de plástico. São mas resistentes, não quebram com facilidade como as de plástico, mas podem ferir/danificar o aro da bike.

Quick release (soltagem rápida)
 Chave inglesa (3) - será necessária se as rodas de sua bicicleta não possuirem soltagem rápida (quick release -foto). Se o pneu de sua bicicleta for preso através de porcas e parafusos, desprende-los só será possível com o uso de uma chave inglesa ou similar. Atualmente a maioria das bikes Já possuem blocagens das rodas do tipo “quick release” (soltagem rápida). Você puxa uma alavanca e as rodas já estão soltas. Isso dispensa o uso de ferramentas. Um peso a menos pra levar na viagem. Se a sua bicicleta não possui este sistema, é uma boa opção de investimento.

Kit de chaves Allen (8), fenda (6) e philips (7) - sevem para apertar a maioria dos parafusos ou ajustar freios e marchas. Até o selim de muitas bikes que não possuem o sistema “quick release” precisam de algum jogo de chave.

Bomba de ar (9) - um problema crônico entre ciclistas iniciantes é passear com pneu vazio. Pedalar com pneu vazio requer mais esfoço para pedalar (muitos não conseguem subir uma ladeira e não sabem o motivo). Outro erro é levar uma câmara de bike e não ter como enche-la. Depender de borracharia e de um ciclista que nunca vai aparecer... fica difícil! Hoje existe no mercada bombas tão pequenas ou menores do que a fotografada acima.

Óleo de bicicleta (2) - use nas correntes. Falta de óleo pode ocasionar problemas na regulagem das marchas. Não deixe suas correntes enferrujarem e nem as deixe meladas demais - em ambas as situações você acaba diminuindo a vida útil das correntes.

Pochete (10) - Para guardar todos esses equipamentos mencionados e outros mais, use-a. Eu, particularmente, levo todos o kit de ferramentas numa bolsa presa ao selim da bike. A única coisa que não cabe na pequena bolsa é a câmara reserva. Então a guardo na pochete junto com algumas outras coisas que costumo levar na viagem (lanche e documentos).

Lembrando que este é um KIT BÁSICO para ciclísta urbano. Quem planeja fazer trilha ou pretende  pegar a estrada recomenda-se levar mais coisas. Abordarei o assuntos em posts a frente.
Ciclista consciente sai de casa prevenido. Não espera por ajuda - resolve sozinho!
Agora sim, antes de sair de casa, confira seu kit de ferramentas. Um dia já fiquei no prego com minha bike sem ferramentas, sem encontrar uma borracharia e um ciclista para me auxiliar. Um dia pode ser você!
Espero que depois de ler essas informações não venha passar pelos mesmos apuros.

Depois da leitura... aproveite e VÁ PEDALAR pra COMPARTILHAR o que aprendeu!









 E você, o que leva quando sai de bicicleta?

Categoria

  • (1)
  • (10)
  • (15)
  • (3)
  • (1)
  • (10)
  • (4)
  • (2)
  • (4)
  • (3)
  • (2)
  • (1)
  • (2)
  • (7)
  • (10)
  • (10)
  • (1)
  • (2)
  • (5)